27 setembro, 2016

Dinâmicas para falar sobre sacramentos com jovens e adultos- Crisma


1. Sugestão para  a motivação (Do livro- A Fé cristã para catequistas, Pe. Leomar Brustolin, Editora Paulinas) 

Para realizar essa dinâmica, precisaremos de flores (ou um botão de rosas), uma carta, uma impressão de um e-mail e um cartão. Convidar os catequizandos para observar esses símbolos.


Questionamentos para fazer com os catequizandos:

"-Uma flor dada num aniversário, num casamento ou num funeral é sempre uma flor, mas o que muda e qualifica este gesto?"
-"Uma carta ou e-mail pode trazer a notícia de um nascimento, uma promoção de trabalho ou o noticiário do falecimento de um parente. O que faz com eu conteúdo seja diferente, embora seja sempre um carta?"
-"Um cartão pode ser de natal ou de aniversário, mas é sempre um cartão. De que seu significado depende?"

Depois concluir assim: "Vimos então que as coisas podem ter muitos significados. São sinais visíveis de alguém e de alguma mensagem verdadeira, mas invisível. Sinais sensíveis de uma realidade invisível."

***
Conceito de sacramento retirado do livro: "Sacramentos são sinais visíveis da graça invisível  de Deus, instituída por Jesus Cristo e confiados à Igreja, pelos quais recebemos  vida divina. São sinais que manifestamos o amor que Deus tem por cada um de nós. (...) Não são apenas um recado de amor, mas um presente, um dom concreto que modifica a vida de quem o recebe."

Para finalizar, o resumo de cada sacramento: 

1° O Batismo é o nascimento da graça
2° A Crisma é o desenvolvimento da graça;
3º A  Eucaristia é o alimento para a vida
4° A Penitência é a cura das fraquezas  e quedas.
5° A Unção dos enfermos: é o restabelecimento da força;
6° A  Ordem gera o poder de servir de modo especial à graça nos eleitos ordenados;
7° O Matrimônio abençoa a decisão humana de viver no amor e na graça de cristo formando uma família.

***

2. Sugestão "para assimilar melhor o conteúdo dos sacramentos" , do livro Catequese criativa, da autora  Neusa Fernandes- Pag. 78-79.

Fazer assim: (Meus rascunhos no caderno de planejamento)


(Vou escrever aqui um resumo do que entendi desta brincadeira.)

Prepare:
-Os símbolos de cada sacramento;
2. Os nomes de todos os sacramentos e deposite numa caixinha.

Como brincar? A caixa vai passando entre os catequizandos ao som de uma música. Quando o catequista parar a música, quem estiver segurando a caixinha, retira um papel, lê o sacramento e procura os símbolos correspondentes. Pode-se comentar sobre o o que sabe daquele sacramento.

Ao final da brincadeira, falar sobre o Batismo que é o primeiro sacramento de iniciação à vida cristã, que é a porta para os outros sacramentos.


Obrigada. Deus cuida de ti.
Cris Menezes

25 setembro, 2016

Diário de Catequese: Maria, mãe de Jesus

Planejei um encontro orante de catequese para falar de Maria. Começamos rezando o terço. Eles não sabem rezar o terço, então é uma boa oportunidade para começar a rezar  com Maria.

Cada um rezava e colocava uma flor de EVA no chão formando o terço. Rezamos os mistérios gozosos. Quando comecei a ler a contemplação dos mistérios, percebi que era uma catequese sobre Maria. O primeiro mistério é a anunciação do anjo, depois Maria visita a prima Isabel...  Poderia ficar o tempo todo falando de Maria,  mas fiz a catequese contemplando os mistérios da vida de Jesus e de Maria. O terço é a melhor catequese sobre Maria.

É importante que eles entendam quem é Maria e o papel dela no plano da Salvação. Maria foi serva de Deus. O sim de Maria nos ensina que também devemos dizer nosso sim a Deus.
Nossa Senhora nos aponta Jesus, leva nossas orações para seu filho, é nossa intercessora.
A atividade do encontro foi o Correio de Maria. Neste correio, ao invés das orações ficarem na caixinha, cada um escreveu um pedido oração, depositou  na caixinha do Correio de Maria. Depois cada catequizando pegou um papel com o pedido de oração  e ficou responsável para rezar durante a semana por aquela pessoa.   Essa é a oração de intercessão. A comunidade unida reza uns pelos outros.

O Correio de Maria desta vez foi um balãozinho . A ideia do balão tirei do livro da Estéfi Machado. As orações foram depositadas no copinho. No menu superior do blog, tem uma aba chamada Correio de Maria. Lá estão reunidos todos os  Correios de Maria que já fiz. Veja aqui 

O Correio de Maria é uma ideia minha inspirada por Deus para falar de Maria, da sua intercessão e para rezarmos juntos com Maria.






Ambientação



Obrigada.
Deus cuida de ti. 

23 setembro, 2016

Catequese em ação: Qual seu sonho de catequese?



Estava pensando que precisamos sair da sala de catequese, como o Papa Francisco já nos advertiu. 




Há pouco de um mês fui eleita coordenadora-geral da catequese na paróquia. Fiquei feliz pelos catequistas terem me confiado uma missão tão grande dessa. Senti que era um presente, um presente que eu, naquele momento, nem conseguia segurar. Mas hoje, depois do susto, tenho refletido sobre as mudanças que eu quero na catequese, que vem lá de antigamente, quando um amigo meu me perguntou: "Qual seu sonho de catequese?" Lembro que escrevi um texto poético e falei até que queria uma sala mais espaçosa, confortável e adequada para os encontros de  catequese. Hoje, eu acrescentaria a este sonho uma catequese em ação, uma catequese que consiga vencer os muros da Igreja e do comodismo  para avançar, uma catequese de iniciação à vida cristã.

Percebi que meus catequizandos adultos ficaram muito sensíveis no dia que viram um homem na porta da Igreja esperando uma cesta básica.  Depois  no encontro seguinte, eles queriam ajudar, fazer uma cesta básica. Tive a ideia então de fazer Gestos Concretos: a catequese em ação, a catequese na prática, fora da sala, para além dos limites do portão da Igreja. Conversando com os coordenadores de etapas, fiquei sabendo de muitos catequizandos passam necessidades. É uma comunidade carente e humilde. A partir dali, entendi que não podemos ficar indiferentes mais.

Depois,  conversando e conhecendo os catequistas, fui percebendo que mutos sofrem e têm problemas de saúde graves. Muitos catequistas estão doentes. Precisamos visitá-los, mostrar que não estão sozinhos. Então, a coordenadora da Primeira Eucaristia sugeriu que fôssemos visitá-los para rezar juntos. Pensei nas obras da misericórdia. Então é isso! Iremos praticar as obras de misericórdia com os catequistas e catequizandos e com a comunidade.

Irei começar os Gestos Concretos de misericórdia com a catequese de adultos, mas também precisamos voltar o olhar para nossos catequistas. Que Gestos Concretos de amor e misericórdia os catequistas da sala ao lado estão precisando? Você conhece as condições que vivem os catequistas que caminham com você? Gosto muito também das Obras de Misericórdia espirituais. E olha só, como todos nós estamos precisando desses remédios de cura para nos fortalecermos na caminhada. 


Já montei até o convite para divulgação.






Quais são as obras de misericórdia (De acordo com o site Católico Orante)

As obras de misericórdia corporais são:
1ª Dar de comer a quem tem fome;
2ª Dar de beber a quem tem sede;
3ª Vestir os nus;
4ª Dar pousada aos peregrinos;
5ª Assistir aos enfermos;
6ª Visitar os presos;
7ª Enterrar os mortos.

As obras de misericórdia espirituais são:
1ª Dar bom conselho;
2ª Ensinar os ignorantes;
3ª Corrigir os que erram;
4ª Consolar os aflitos;
5ª Perdoar as injúrias;
6ª Sofrer com paciência as fraquezas do nosso próximo;
7ª Rogar a Deus por vivos e defuntos.

Obrigada.
Deus ama você.
Cris Menezes

22 setembro, 2016

Livro para catequese de Perseverança



Há pouco material para a catequese de perseverança aqui na Internet. Tenho a impressão que esta etapa fica um pouco relegada, esquecida ou é pouco valorizada. Quando escuto os catequistas, eles me falam que isso acontece porque a perseverança não tem nenhum sacramento. Mas a etapa de perseverança está intimamente ligada ao sacramento da Crisma. Eles vão caminhando perseverantes até completar a idade de entrar na catequese de Crisma. Precisamos nos voltar um pouco mais para esta etapa e fortalecê-la com temas diferentes da Primeira Eucaristia e que não seja também uma prévia dos temas da Crisma. A etapa de perseverança precisa de renovação. Precisamos fazer um catequese pré-crisma animada, engajada na comunidade. Quero fazer mais posts sobre esta etapa.

Neste post,  vou indicar um livro que irá ajudar no planejamento dos encontros a Perseverança: "Perseverar na fé", do autor  BRUSTOLIN, LEOMAR A.  (link para a livraria)



Gostei muito do livro porque é inspirado no estilo catecumenal (saiba mais aqui) e os encontros são planejados com a leitura orante da Bíblia. Não tem todos os passos da leitura Orante, mas já é um começo para o catequista que ainda não introduziu a leitura orante no encontro. 

O que eu achei fraco no livro foi a parte da "motivação" do encontro. Para mim, faltou trazer mais as realidades sociais, religiosas, políticas ou ideológicas - o que o catequista precisará fazer se seguir o método ver-julgar-agir. No Tema sobre vocação, a parte motivação foi boa até, mas em outros temas realmente o olhar a realidade poderia ser melhor.




Eu recomendo o livro. É uma ajuda para o catequista na hora de planejar o encontro, pois há aprofundamento dos temas. E a sugestão de  temas são muito bons. Tive dificuldade, até na livraria, de encontrar livros para a perseverança, mas irei perseverar e trazer outras sugestões de livros para vocês.

Obrigada. Deus abençoe você.



Cris Menezes

17 setembro, 2016

Diário de Catequese: Quem é Jesus?


Ambientação

O "R" ao contrário


Como eu entendo o tema?

Nós não amamos o que não conhecemos. É uma frase que escuto desde o grupo jovem. Então, precisamos conhecer Jesus para amá-lo. Mas conhecer não só intelectualmente, pela razão, mas, e principalmente, conhecer pelo coração, fazer a experiência com Jesus. Li um texto (não me recordo  autoria) que dizia assim: "Jesus é uma pessoa e uma pessoa não se estuda, se faz a experiência. "Concordo em parte. Pessoas célebres, que marcaram a  história: artistas, escritores, músicos podem sim ser estudados, é por isso que existem biografias. Não conheci Ganhi, mas que bom que por meio de uma cultura oral e escrita pude saber que ele existiu e conhecer um pouco da sua história. 

Estudar é:

O significado de Estudar no Dicionário Português. Estudar, o que é: V. t. Aprender; Reflectir sobre, analisar; Decorar algo. V. int. Ser estudante.

Sinônimos de estudar - Dicionário inFormal

www.dicionarioinformal.com.br/sinonimos/estudar/





Sinônimos de estudar: analisar, comentar, criticar, decompor, discorrer, discutir, encarar, ensaiar, escalpelar, escarnar, esmiuçar, acesse e veja mais.

Não vamos fazer uma experiência com Jesus se não sabermos quem ele é, se não o conhecermos. 
Mas não somos estudantes de Jesus, somos discípulos, seguidores, somos amigos.  Por isso que podemos até estudar  pedagogia de Jesus, suas palavras, suas parábolas, mas além de estudar, precisamos viver lado a lado com Jesus, fazer a experiência do Evangelho e do amor de Deus.  Então. poderemos saber quem Jesus é, não apenas de ouvir falar, mas a partir da experiência e da intimidade com o Salvador. O encontro com Jesus muda nossa história.

 Quem é Jesus?

Quando pensei neste encontro com minha turma de adultos, pensei que seria bom fazer este encontro fora da sala de catequese. Há várias formas de falar de Jesus: mostrando o próximo é uma delas- olhando para o irmão que sofre e ver Jesus nele. Joaquins, Marias, Sebastiões, Franciscas e tantos Zés... olhar para eles é olhar para o cristo. 

Percebo que quando perguntamos para os catequizandos de todas as idades sobre quem é Jesus, ouvimos frases do senso-comum que revela a falta de experiência e de proximidade com o Salvador. Geralmente, as pessoas repetem o que ouviram falar de Jesus.

No grupo jovem que participei quando tinha 16 anos, eu ficava ouvindo com admiração os jovens falando quem era Jesus para eles. E eu queria falar de Jesus com tanto amor, mas eu ainda não tinha feito este encontro pessoal com Ele. Ainda não tinha intimidade com Jesus. Me faltava uma caminhada. Quando Jesus chega, muda nossa história, sabe? 

Hoje, 20 anos depois do grupo jovem, eu posso falar de Jesus porque ele hoje é a minha vida, é tudo o que eu tenho, é a minha herança. Dediquei minha juventude para viver com a Igreja. Não tenho uma história grandiosa de conversão. Sou o filho que sempre esteve ao lado do pai misericordioso, nunca andei muito longe de Jesus. Minha conversão é diária. Jesus caminha comigo, cura minhas dores, é o meu sol, minha felicidade. Mas de Jesus não podemos falar muito, é preciso você mesmo conhecer Jesus para saber quem ele é.

"Quem é Jesus?" Vem conhecer. Saia do seu comodismo e do seu egoísmo para encontrá-lo.

Como tratar o tema

Na turma de adultos, traçamos a realidade econômica, social, religiosa, política da época de Jesus, para compreendermos quem é Jesus e qual a sua missão. Jesus trabalhava para sobreviver, morava no campo, era simples e humilde. Jesus inicia sua vida pública ao ser batizado por João Batista e olha para um povo sofrido que vivia oprimido e doente. Jesus anuncia o Reino de Deus, cura as pessoas cegas- e de suas cegueiras sociais e religiosas. Jesus valoriza  a mulher que vivia sem direitos na sociedade, exalta as crianças- que eram desprezadas. Chama um cobrador de impostos para ser discípulo, come com os pecadores. Jesus é o messias prometido, que veio salvar o povo sofrido. Foi por cada de de nós que ele morreu: para nos dar a salvação.


Textos de apoio:

Quem é Jesus?
Situação política, econômica e religiosa na época de Jeus


Obrigada.
Deus cuida de ti.
Cris Menezes