24 junho, 2011

Fazei isto em memória de mim


"Imagine uma pessoa que está à beira da morte. Ela reúne os seus amigos e familiares e diz a eles coisas importantes que está no seu coração.A única coisa que lhe resta é dizer o seu testamento e suas últimas palavras. Depois de sua morte, todos irão olhar fotografias desta pessoa e recordarão das coisas que fez e disse. Antes de morrer, Jesus fez algo semelhante com os seus discípulos. Reuniu todos em uma ceia pascal e deixou o seu testamento, usando símbolos muito simples: o pão e o vinho (cf. Lc 22, 7-20). Jesus disse aos seus discípulos que deveriam celebrar inúmeras vezes aquela ceia, até que Ele retornasse. E todas as vezes que repetissem tal gesto, Ele estaria presente. Ao dizer 'Fazei isto em memória de mim', Jesus instituiu o Sacramento da Eucaristia. Obedecendo a ordem de Jesus, a Igreja torna perpétua a presença da vida de Cristo entregue ao mundo quando celebra a Santa Missa. Apesar das mudanças na forma da missa ao longo dos séculos e dos diversos ritos litúrgicos, desde as origens, a Igreja continua repetindo o gesto de Jesus mantendo a sua essência (cf. CIC 1356). Assim, cabe ainda dizer que as palavras da consagração repetidas pelo padre são eficazes, tornando Cristo realmente presente quando impõe as mãos e invoca o Espírito Santo sobre o pão e o vinho para que se mudem no corpo e no sangue de Cristo. Para compreender melhor a Eucaristia é necessário perceber as três dimensões de tempo:
*Passado: Repetimos o que Jesus fez, como pode ser percebido na narrativa da ceia: 'na noite em que ia ser entregue, o Senhor Jesus tomou o pão, partiu-o...' (I Cor 11, 23).
*Presente: Toda a obra salvadora de Cristo e sua vida de ressuscitado se tornam presente; acontece a atualização do mistério da salvação: 'Todas as vezes que comerdes desse pão e beberdes deste cálice, estareis proclamando a morte do Senhor...' (I Cor 11, 26)
*Futuro: Na missa, antecipamos a glória do céu, quando estaremos plenamente em comunhão com Deus e com os irmãos. Por isso, repetimos o que Jesus fez até que Ele venha. (cf. 1Cor 11, 26).
*Transubstanciação: Mudança que acontece no ato da consagração- a substância do pão e e do vinho torna-se o Corpo e o Sangue de Cristo.
*Epiclese: Significa a invocação do Espírito Santo para que santifique e converta o pão e o vinho no Corpo e no Sangue do Senhor. Existe também uma 'epiclese de comunhão', ou seja, a invocação para que o povo seja um só corpo unido.
*Eucaristia: Significa ação de graças. A missa é um ato de gratidão a Deus por tudo o que Ele fez e faz em favor de seu povo, e não uma obrigação que devemos cumprir."

Fonte: Crescer em Comunhão. Livro do Catequista. Vol 3

5 comentários:

Lurdes da Silva Visintainer Pinheiro disse...

Vim desejar um abençoado final de semana pra você. A Paz de Cristo

Lurdes da Silva Visintainer Pinheiro disse...

Olá Cris, passando para dizer que tem um selinho carinhoso para você lá no meu blog. Passa lá e confira.

Alfa & Ômega disse...

Cris, ajuda não só para catequistas mas para todos. Belo post. Eu postei uma historinha bacana para os catequistas trabalharem tantos valores cristãos. tenha um abençoado fim de semana!

Jonathan Cruz disse...

oI . VI SEU RECADO LÁ NO MEU BLOG, E EU TRABALHO SIM COM EDUCAÇÃO, ESTOU NO ULTIMO ANO DE PEDAGOGIA. APESAR DE DIFICIL QUE ESTÁ A AREA DA EDUCAÇÃO EU ADORO TRABALHAR COM OS PEQUENINOS. VOLTE SEMPRE QUE QUISER EM MEU BLOG TÁ BOM? http://blogjonathancruz.blogspot.com/

Anônimo disse...

Hello there! This post could not be written any better! Looking at
this article reminds me of my previous roommate! He constantly kept talking about this.
I am going to send this information to him. Fairly certain he'll have a great read. I appreciate you for sharing!
My web site: know memes