Categorias

Abraão (4) Acolhida (2) Advento (1) Aliança-Pacto de amizade (1) Ambientação (2) Amizade (1) Ano Liturgico (1) Ano Litúrgico (1) Apóstolos (3) Arte na catequese (10) Artesanato criativo (5) As maravilhas de Deus (1) Atividades (8) Avaliação na Catequese (2) Batismo (3) Bíblia (8) Brincadeiras (1) Caça ao Tesouro (2) Campanha da Fraternidade 2017 (2) Cantinho da Oração (1) Catavento (1) Catequese com adultos (8) Catequese com crianças (28) Catequese com os pais (2) Catequese de Crisma (6) Catequese de Perseverança (1) Catequese em ação (1) catequistas (1) Como preparar encontro de catequese (2) Confissão (1) Coordenação (1) Coroa do Advento (1) Correio de Maria (6) Crisma (1) Dia das Mães (5) Dia do Catequista (1) Dinâmicas (60) Dinâmicas de Oração (6) Dinâmicas de Revisão (1) Espírito Santo (4) Eucaristia (10) Evangelho (5) Família (2) Felicidade (2) Formações (32) Gincana (1) Histórias na Catequese (2) Igreja (1) Jesus chama seus colaboradores (1) Jesus convida os apóstolos (1) Jesus inicia sua missão (1) João Batista (2) Juízes (1) Leitura Orante (6) Lembrancinha da Páscoa (6) Lembrancinha para as mães (4) Lembrancinhas (5) Mandamentos (1) Maquete (1) Matrimônio (1) Meio Ambiente (1) Metodologia catequética (24) Moisés (1) Nascimento de Jesus (2) Natal (2) Nossa Senhora (4) O nascimento de Jesus (1) O Perfil do Catequista (10) O programa de Jesus (1) O tempo dos Reis (2) Oração (2) Pai- Nosso (2) Papo de catequista (13) Parábola do semeador (2) Páscoa (6) Pecado (2) Pentecostes (1) Planejamento (3) Planejamento de Encontros (24) Profetas (1) Quem é Jesus? (4) Quem eu sou? (1) Rádio Catequese (4) Rei Davi (1) Reunião de pais (1) Revisão (5) Roteiro de visitas às famílias dos catequizandos (1) Sacramento da Crisma (1) Sacramento da Reconciliação (1) Sacramentos (6) Sagrada Família (2) Santíssima Trindade (1) Semana Santa (3) Somos filhos de Deus (2) Teatro (2) Textos de Apoio (1) Unção dos Enfermos (1) Ver-julgar-agir (1) Vlog (1)

02 agosto, 2011

Acolhida na Catequese







Saber acolher

A acolhida é o primeiro sinal da presença de Cristo no encontro catequético. Ela requer atitudes pessoais de abertura, de doação e de atenção ao outro. Os gestos de acolhida, quando sinceros, expressam generosidade e sinceridade, de modo que, ao abrir os braços para quem o acolhe, o outro se sinta de fato amado e aceito. O acolhimento é presença feita de atenção total: ouvir e escutar com interesse. É acolher e recolher o mundo do nosso próximo por meio do amor, e não apenas da simpatia ou da empatia. A acolhida caracteriza-se não só pelo gesto feito, mas pela maneira como é feito, isto é, com qualidade, com constância e partilhada. A acolhida é uma etapa importantíssima no processo catequético. A mensagem cristã só frutificará se o terreno a que se destina for verdadeiramente humano. Não há encontro catequético sem acolhimento, pois o catequizando necessita sentir-se acolhido para se encontrar com Deus.A relação amorosa com Deus, que a catequese quer provocar, passa pela experiência de acolhimento do catequista. Cabe ao catequista acolher de forma incondicional cada catequizando. Tal acolhimento, de modo concreto, se traduz na confiança que o catequista manifesta ter no catequizando, principalmente nos seus recursos e potencialidades, para que este possa realizar-se plenamente como pessoa. Faz parte do perfil desejado do catequista ser capaz de descobrir a profunda originalidade de cada catequizando, sinal de liberdade com que cada qual faz a sua caminhada catequética. Da descoberta dessa originalidade nasce profundo amor e respeito pela pessoa. O amor é plenamente realizado quando o outro é aceito tal como ele é. O acolhimento não se reduz ao momento dos encontros catequéticos ou das celebrações da comunidade, mas deve ser algo constante na vida do catequista e estender-se a todos da comunidade, bem como aos não praticantes e aos que estão afastados da vida cristã.

A prática acolhedora de Jesus

Como Jesus acolhia as pessoas? Na época de Jesus, só as pessoas consideradas "puras" eram dignas de se aproximar de Deus e se integravam na sociedade. Eram as que conseguiam cumprir todos os 613 mandamentos da religião judaica e não tinham doenças nem outros problemas na vida. Os pobres, os pecadores, os doentes e os abandonados eram impuros, excluídos do templo e da comunidade, e, como tais, não podiam se aproximar de Deus. Contudo, Jesus quebrou essa prática: acolhia todas as pessoas ems eu grupo e era colhidoo nos grupos delas. Para Jesus, "acolher" era também " buscar". Eis alguns gestos significativos de acolhimento de Jesus:
A parábola da ovelha perdida (Mt 18, 12); a cura da sogra de Pedro (Mc 1, 29-34).
A samaritana (jo 4, 1-26): Zaqueu (Lu 19,5); os discípulos de Emaús (Lc 24, 13-35).
Podemos encontrar outras tantas situações em que Jesus acolhe as pessoas:
O carinho pelas crianças (Lc 18, 15); a compaixão para os que estavam abatidos (Mt 9, 35-38); o encontro com Marte e Maria (Jo 11) e outros. O acolhimento é sinal de que o reino de Deus está no meio de nós (Lc 17, 21). O reino de Deus não é a vida após a morte; é um novo jeito de as pessoas se relacionarem que parte da acolhida e da confiança mútuas, da solidariedade, da alegria de nos reconhecermos como filhos de Deus, do compromisso com os fracos e pequenos, da renúncia a nós mesmos, numa entrega toral da vida a serviço dos irmãos.

Gestos de acolhida
Começar os encontros com cumprimentos, saudações, sorrisos, abraços, apertos de mão. Visitar as famílias dos catequizandos em ocasiões especiais, como aniversários, perdas etc. Servir-se da internet ou telefone para manisfestar atenção e carinho. Antes e depois dose encontros catequéticos, permanecer entre os participantes  interessando-se por eles, ouvindo seus problemas.

Fonte: Revista Ecoando. Ano IX. Nº33

2 comentários:

  1. Olá, Cris! Parabéns por este post. Realmente a acolhida é fundamental, não só na Catequese, mas em toda a Comunidade. Assim como é bomser acolhido tb é bom saber acolher, adorei as dicas. Parabéns por este cantinho tão cheio de Deus.

    ResponderExcluir
  2. Da boa acolhida depende a volta do catequizando. Parabéns pela postagem.
    escoladafecasaforte.blogspot.com
    catequesecasaforte.blogspot.com

    ResponderExcluir