Categorias

Abraão (4) Acolhida (2) Advento (1) Aliança-Pacto de amizade (1) Ambientação (2) Amizade (1) Ano Liturgico (1) Ano Litúrgico (1) Apóstolos (3) Arte na catequese (10) Artesanato criativo (5) As maravilhas de Deus (1) Atividades (8) Avaliação na Catequese (2) Batismo (3) Bíblia (8) Brincadeiras (1) Caça ao Tesouro (2) Campanha da Fraternidade 2017 (2) Cantinho da Oração (1) Catavento (1) Catequese com adultos (8) Catequese com crianças (28) Catequese com os pais (2) Catequese de Crisma (6) Catequese de Perseverança (1) Catequese em ação (1) catequista não é tio (1) catequistas (1) Como preparar encontro de catequese (2) Confissão (1) Coordenação (1) Coroa do Advento (1) Correio de Maria (6) Crisma (1) Dia das Mães (5) Dia do Catequista (1) Dinâmicas (60) Dinâmicas de Oração (6) Dinâmicas de Revisão (1) Espírito Santo (4) Eucaristia (10) Evangelho (5) Família (2) Felicidade (2) Formações (32) Gincana (1) Histórias na Catequese (2) Igreja (1) Jesus chama seus colaboradores (1) Jesus convida os apóstolos (1) Jesus inicia sua missão (1) João Batista (2) Juízes (1) Leitura Orante (6) Lembrancinha da Páscoa (6) Lembrancinha para as mães (4) Lembrancinhas (5) Mandamentos (2) Maquete (1) Matrimônio (1) Meio Ambiente (1) Metodologia catequética (24) Moisés (1) Nascimento de Jesus (2) Natal (2) Nossa Senhora (4) O nascimento de Jesus (1) O Perfil do Catequista (10) O programa de Jesus (1) O tempo dos Reis (2) Oração (2) Pai- Nosso (2) Papo de catequista (13) Parábola do semeador (2) Páscoa (6) Pecado (2) Pentecostes (1) Planejamento (3) Planejamento de Encontros (24) Profetas (1) Quem é Jesus? (4) Quem eu sou? (1) Rádio Catequese (4) Rei Davi (1) Reunião de pais (1) Revisão (5) Roteiro de visitas às famílias dos catequizandos (1) Sacramento da Crisma (1) Sacramento da Reconciliação (1) Sacramentos (6) Sagrada Família (2) Santíssima Trindade (1) Semana Santa (3) Somos filhos de Deus (2) Teatro (2) Textos de Apoio (1) Unção dos Enfermos (1) Ver-julgar-agir (1) Vlog (1)

29 setembro, 2012

Planejamento de Encontro da catequese: A Ceia de Jesus (e nossa ceia)

Segui as orientações do livro Crescer em comunhão-Livro do catequista (Vol.3)

Ambientação: Quadro da Última Ceia, cartaz com uma parte da Oração Eucarística (Estando para ser entregue ... fazei isso em memória de mim.).
Música: Sacramento da comunhão (Vídeo aqui

Mostrei o quadro da Última Ceia de Jesus e perguntei o que era aquele quadro e o que representava. A partir do quadro, pude falar sobre a instituição da Eucaristia na Quinta-Feira Santa. E da importância de participarmos da missa, lugar onde acontece a celebração da Eucaristia. 






Dramatização da Última Ceia-  (Em clima de oração e espiritualidade.) 
Texto bíblico: Lc 22, 14-20

Escolhi um catequizando para representar Jesus. Levei uma túnica para diferenciá-lo. E convidei 12 crianças para ficar em volta da mesa, representando os apóstolos. 

Fizemos a representação da Última Ceia e ficou muito bonitinho. 


Depois da partilha do pão com 25 catequizandos (o milagre da multiplicação), conversamos sobre como podemos viver a eucaristia. Escrevi no quadro as palavras chaves:  partilhar a comida, o amor, a amizade, ajudar as pessoas, rezar, ler a bíblia, ir à missa,  fazer boas ações... E pedi  que escolhessem um das palavras chaves e criassem uma história (que será encenada no próximo encontro).

Aprofundamento:
 http://www.catequesedeeucaristia.blogspot.com.br/2011/06/fazei-isto-em-memoria-de-mim.html

23 setembro, 2012

Bíblia+primavera

Para comemorar a primavera, enfeitamos nossa sala com esta árvore:



Nas mãozinhas, os catequizandos escreveram seus nomes e um nome de um livro da bíblia, afinal é o mês da Bíblia e é primavera!

15 setembro, 2012

Planejamento de Encontro da catequese para catequese infantil: Jesus ama as crianças


Encontro do livro do catequista (Editora Paulus).

Levar alguns cartazes que mostrem crianças brincando, crianças tristes, alegres, doentes ou em alguma favela. Perguntar aos catequizandos o que eles acham daqueles cartazes ou pedir que cada um fale sobre o cartaz. Nestes cartazes vocês estão vendo crianças de todo tipo: alegres, tristes, cantando...

Para conversar com os catequizandos:
Será que Jesus, alguma vez,  falou com as crianças?
Vamos abrir o evangelho e sentir o que Jesus falou das crianças. (Lc 18, 15-17); Mt 19, 13-15).
"Certa vez, alguns pais levaram seus filhos até Jesus. Os apóstolos não gostaram muito porque achavam que as crianças não entendiam nada. Mas Jesus pegou uma criança, colocou-a no colo e disse: "Deixai que as crianças venham a mim porque delas é o reino dos Céus. " Sabem por que Jesus fez isso?

Porque as crianças são simples, falam a verdade, são inocentes, alegres e porque:
Jesus ama as crianças.

Vamos ver o que os adultos pensam das crianças:

"Que elas são o futuro da nação."
"Que mais tarde serão pais, governantes, catequistas, professores, padres e até Papa".

Vamos ver o que Jesus pensa das crianças:

Que todas as pessoas devem também gostar das crianças como Ele gosta;
Que devem ser amadas e tratadas como crianças e não como gente grande;
Que devem ser como elas são: alegres, inocentes, bagunceiras, levadas, espertas...
Não são adultos, por isso:
Que as crianças são tão importantes, elas têm compromissos:
Devem ser boas, honestas, responsáveis, boas companheiras, cumpridoras dos deveres para com Deus, para com os pais, para com os irmãos.




Para saber mais:

Na época de Jesus, na Palestina, as mulheres e as crianças não eram consideradas cidadãs. As mulheres tinham de submeter-se aos maridos; não tinham direito à palavra nem participavam da vida pública. Fechadas em casa para tratar dos filhos e atender aos trabalhos domésticos, dedicavam-se à maternidade. as sinagogas não tinham direito ao ensino das Sagradas Escrituras como os homens e os rapazes. E no templo, ficavam num pátio, mais distantes do santuário do que os homens. Jesus admitia as mulheres na sua comitiva e até lhes confiava tarefas.  Quanto às crianças, às quais não se dava a devida atenção, Jesus comprazia-se em acolhê-las, tomá-las nos braços, e apresentá-las como exemplo. E não era em atenção à inocência delas, como por vezes se pensa. Certas crianças, mesmo de tenra idade, mostram inclinação para o mal.  E Evangelho de Lucas mostrou crianças amuadas e caprichosas que perturbam os jogos das outras  ( Lc 7, 31-32). As crianças devem ser respeitadas na sua dignidade. Elas não têm prestígio e ocupam lugar insignificante na sociedade. Por isso, Jesus lhe dá importância, as toma como modelos perante as pessoas ávidas de prestígio e desejosas de altos postos na escala social ( cfr. Ls 9, 46-48).Jesus respeita nas crianças a sua dignidade de seres humanos e a sua dignidade de filhas de Deus. 

14 setembro, 2012

Planejamento



1)É preciso planejar os encontros de catequese. Não podemos ser catequista de improviso:  ir para a catequese sem planejamento nenhum. Os catequizandos irão perceber a falta de preparo. 

2) Criar o hábito de ir pensando o que irá fazer no encontro de sábado, por exemplo, já na segunda-feira. 

3)Ler sobre o tema, buscar aprofundamento. Quando estiver estudando, ir pensando nas perguntas que os catequizandos poderão fazer e dúvidas que poderão ter. 

4) Procure sempre dinamizar o encontro com um jogo, música, teatro ou brincadeira. Mas atenção, as dinâmicas precisam ter relação com o tema do encontro. O lúdico é bem vindo na catequese, mas inserir brincadeiras só por brincar, sem relação com o tema, torna o encontro sem-pé- nem-cabeça. O lúdico serve para chamar a atenção do catequizando para o tema, fixar o conteúdo, abrir espaço para interação e participação de todos. Trace objetivos:  Onde eu quero chegar com esta dinâmica?

5)Depois de pensar, refletir, estudar, escreva o planejamento do encontro, na ordem que irá aplicar as atividades.  Às vezes,  na hora do encontro, não conseguiremos desenvolver todas as atividades planejadas, mas é  sempre importante ter um norte. 

Tenho um caderno para planejar os encontros. quando o planejamento fica só na cabeça, acontece de, na hora do encontro, esquecer de alguma atividade.  Durante a semana toda, vou montando o encontro na cabeça. Quando sento para escrever o planejamento e     preparar o material, fica tudo mais fácil. 

Organização é  quase tudo para um catequista.





04 setembro, 2012

A santa que gostava de rosas


Descobri  Santa Teresinha! Como amo flores, sua imagem me chamou atenção.  Ela carrega rosas, junto ao crucifixo.  Estudando sua biografia, descobri que Santa Teresinha foi uma freira. Nasceu na França em 1873. Entrou para o convento ainda bem jovem.  Santa Teresinha do Menino Jesus gostava de rosas, dizem que enfeitava seu crucifixo com elas. Sabe-se também que  na sua infância,   viveu numa cidade onde as pessoas gostavam de se presentearem com flores. Acredita-se que esse lugar tenha influenciado no seu amor pelas rosas. Teve uma vida cheia da presença amorosa de Deus.

Para conhecer Santa Teresinha:
Esta imagem foi  comprada aqui mesmo em Brasília, na loja Arte Sacra.

01 setembro, 2012

Dinâmica para catequese: Foto-oração






Finalmente comecei a criar minha fototeca, inspiração do blog da Imaculada (Clique aqui).

Fiz assim:

Primeiro momento: Distribuir imagens (recortes de jornais e revistas), de acordo com o tipo de oração que você quer fazer. Levei imagens que representam a família, amigos, nascimento, vida, natureza, animais, cidade.
Segundo momento: Deixar que os catequizandos olhem (e percebam) a imagem.  O que esta imagem lembra vocês? O que representa?
Terceiro momento: Partilha das imagens e o que representam para nossa vida. A intenção é que a partir das fotos,  as crianças façam oração de agradecimento: por nossas famílias, pela comida, pela nossa moradia...
Quarto momento:  Aos pés do Santíssimo, colocamos todas as imagens, e rezamos o Pai-Nosso e a Ave-Maria.


 Ouvimos também uma música de louvor, com a seguinte atividade: entreguei a letra da música faltando algumas palavras, e ao ouvir a música, eles iam completando. A música foi esta: 

Aleluia Glória a Deus (Cd Cantinho da Criança 2- Canção Nova)

Levanto a mão direita pra louvar a Deus, que é ________.
Levanta a mão esquerda pra ________, o Salvador.

Balanço pra louvar o nosso ____________,

de todo coração eu louvo a Deus, que é ________.

Eu sei que lá no ______ a festa também é assim,

e lá é bem melhor porque a festa não tem fim.

E todos os ________ se reúnem pra cantar.

Agora é nossa vez, vem amiguinho, vem _________!


***
Levanto a mão direita pra louvar a Deus, que é Pai.
Levanta a mão esquerda pra Jesus, o Salvador.

Balanço pra louvar o nosso Santificador,

de todo coração eu louvo a Deus, que é amor.
Eu sei que lá no Céu a festa também é assim,

e lá é bem melhor porque a festa não tem fim.

E todos os anjinhos se reúnem pra cantar.

Agora é nossa vez, vem amiguinho, vem louvar!





Aproveite esta musiquinha para falar da Santíssima Trindade ( 'Deus que é pai', 'Jesus, o salvador' e o Espírito Santo 'O santificador'.)