Categorias

Abraão (4) Acolhida (2) Advento (1) Aliança-Pacto de amizade (1) Ambientação (2) Amizade (1) Ano Liturgico (1) Ano Litúrgico (1) Apóstolos (3) Arte na catequese (10) Artesanato criativo (5) As maravilhas de Deus (1) Atividades (7) Avaliação na Catequese (2) Batismo (3) Bíblia (8) Brincadeiras (1) Caça ao Tesouro (2) Campanha da Fraternidade 2017 (2) Cantinho da Oração (1) Catavento (1) Catequese com adultos (8) Catequese com crianças (28) Catequese com os pais (2) Catequese de Crisma (6) Catequese de Perseverança (1) Catequese em ação (1) catequistas (1) Como preparar encontro de catequese (2) Confissão (1) Coordenação (1) Coroa do Advento (1) Correio de Maria (5) Crisma (1) Dia das Mães (3) Dia do Catequista (1) Dinâmicas (60) Dinâmicas de Oração (6) Dinâmicas de Revisão (1) Espírito Santo (4) Eucaristia (10) Evangelho (5) Família (2) Felicidade (2) Formações (32) Gincana (1) Histórias na Catequese (2) Igreja (1) Jesus chama seus colaboradores (1) Jesus convida os apóstolos (1) Jesus inicia sua missão (1) João Batista (2) Juízes (1) Leitura Orante (6) Lembrancinha da Páscoa (6) Lembrancinha para as mães (1) Lembrancinhas (5) Mandamentos (1) Maquete (1) Matrimônio (1) Meio Ambiente (1) Metodologia catequética (24) Moisés (1) Nascimento de Jesus (2) Natal (2) Nossa Senhora (4) O nascimento de Jesus (1) O Perfil do Catequista (10) O programa de Jesus (1) O tempo dos Reis (2) Oração (2) Pai- Nosso (2) Papo de catequista (13) Parábola do semeador (2) Páscoa (6) Pecado (2) Pentecostes (1) Planejamento (3) Planejamento de Encontros (24) Profetas (1) Quem é Jesus? (4) Quem eu sou? (1) Rádio Catequese (3) Rei Davi (1) Reunião de pais (1) Revisão (5) Roteiro de visitas às famílias dos catequizandos (1) Sacramento da Crisma (1) Sacramento da Reconciliação (1) Sacramentos (6) Sagrada Família (2) Santíssima Trindade (1) Semana Santa (3) Somos filhos de Deus (2) Teatro (2) Textos de Apoio (1) Unção dos Enfermos (1) Ver-julgar-agir (1) Vlog (1)

18 abril, 2014

Tráfico humano na Bíblia- Texto base CF2014

Resumo  (Páginas: 41 a 47):

A criação como fundamento da dignidade humana 

-"Deus confere à pessoa humana uma dignidade porque o coloca como o ponto mais alto da criação."

-"Essa dignidade é assumida pelo ser humano na medida em que ele vive seus relacionamentos conforme o plano de Deus."

Deus liberta e mostra o caminho 

-"O Antigo Testamento tem como fio condutor a libertação da pessoa humana e Aliança com Deus e seu Povo."

-"O livro do Êxodo destaca a intervenção de Deus em favor de um povo oprimido e explorado no Egito."

-"Abraão e Sara, atingidos pela forte seca em Canaã, foram  obrigados a descer e resisdir no Egito."

-"José, filho do patriarca Jacó, a primeira pessoa vendida na Bíblia, foi levado por mercadores a trabalhar como escravo."

-"As construções e o intenso fluxo de pessoas ao Egito proporcionaram condições para grandes explorações por parte do Faraó e seus ministros."

-"As injustiças do Faraó contra o povo de Israel,ameaçam ainda mais sua vida e seu futuro, quando ele determina a eliminação das crianças recém nascidas."

-"O relato das pragas pode ser visto como uma batalha entre Deus, que deseja libertar  povo da escravidão e recuperar-lhe a dignidade."

-"O povo alcança a liberdade e cruza o Mar Vermelho a pé enxuto, sob cuidado e orientação do Senhor. Ganham a liberdade para buscar novas possibilidades e criar junto com Deus um mundo novo, sem escravidão, nem opressão"

-"A Páscoa tornou-se memorial da libertação da casa da escravidão." (Ver Ex 12, 14)

-" A celebração da Páscoa é uma grande festa da libertação, mas principalmente um alerta para que Israel não explore e escravize os estrangeiros que migram para sua terra."




Exílio e sofrimento de um Povo

-"Os impérios da época costumavam remover grande número de pessoas dos povos que venciam, para destino longínquo. Esta meida, além de fornecer mão de obra para as atividades produtivas e de guerra dos imperialistas, constituía-se em estratégia de dominação sobre os povos derrotados."

-"O Antigo Testamento testemunha dolorosas experiências de exílio vividas pelo povo de Israel, ocorridas quando derrotado e invadido por outras nações."

-"Exílio da Babilônia:Primeira deportação ocorrem em 597 a.C, a mando do imperador Nabucodonosor."  (Ver 2Rs 24, 13)

-"O Salmo 137 descreve o sofrimento vivido pelos judeus deportados para junt dos canais da Babilônia." (Ver Sl 137, 1:4)

-"Os exilados da Babilônia retornam à terra prometida, libertos pelo rei Ciro, que vene  o império babilônio."


-'É no período do exílio e no pós-exílio que leis são criadas pelos líderes, como o desdobramento do decálogo, para que a essência da relação com Deus não se perca, e para que a escravidão e a exploração não venham mais a fazer parte da vida daquele povo."





O Profetismo da Esperança e Justiça


-"Profetas: porta-vozes de Deus em defesa dos injustiçados." (Ver Jr 31; 33).


-"Os profetas denunciam a violência contra estes indefesos e apontam as causas: o pecado, a negação da verdade,  do direito e da justiça e a confiança no que não tem valor, e as suas consequências: a destruição, a desgraça e a morte."

-"Em uma época em que o tráfico humano de pessoas para esse fim era prática aceita, os profetas denunciavam tais práticas como desumanas e idolátricas. "( Ver Am 1,6)

-"Segundo os profetas, uma sociedade indiferente à compra e venda de pessoas está condenada à destruição. O problema situa-se no interior de um sistema econômico injusto em que alguns enriquecem explorando e comercializando pessoas." (ver Joel 4,3)

-"O mecanismo de exploração denunciado pelos profetas alavanca a expansão dos mercados atuais. O tráfico humano é uma forma de extrema dessa exploração, cujas vítimas são feitas entre os mais pobres."



Nenhum comentário:

Postar um comentário