Categorias

Abraão (4) Acolhida (2) Advento (1) Aliança-Pacto de amizade (1) Ambientação (2) Amizade (1) Ano Liturgico (1) Ano Litúrgico (1) Apóstolos (3) Arte na catequese (10) Artesanato criativo (5) As maravilhas de Deus (1) Atividades (8) Avaliação na Catequese (2) Batismo (3) Bíblia (8) Brincadeiras (1) Caça ao Tesouro (2) Campanha da Fraternidade 2017 (2) Cantinho da Oração (1) Catavento (1) Catequese com adultos (8) Catequese com crianças (28) Catequese com os pais (2) Catequese de Crisma (6) Catequese de Perseverança (1) Catequese em ação (1) catequistas (1) Como preparar encontro de catequese (2) Confissão (1) Coordenação (1) Coroa do Advento (1) Correio de Maria (5) Crisma (1) Dia das Mães (5) Dia do Catequista (1) Dinâmicas (60) Dinâmicas de Oração (6) Dinâmicas de Revisão (1) Espírito Santo (4) Eucaristia (10) Evangelho (5) Família (2) Felicidade (2) Formações (32) Gincana (1) Histórias na Catequese (2) Igreja (1) Jesus chama seus colaboradores (1) Jesus convida os apóstolos (1) Jesus inicia sua missão (1) João Batista (2) Juízes (1) Leitura Orante (6) Lembrancinha da Páscoa (6) Lembrancinha para as mães (4) Lembrancinhas (5) Mandamentos (1) Maquete (1) Matrimônio (1) Meio Ambiente (1) Metodologia catequética (24) Moisés (1) Nascimento de Jesus (2) Natal (2) Nossa Senhora (4) O nascimento de Jesus (1) O Perfil do Catequista (10) O programa de Jesus (1) O tempo dos Reis (2) Oração (2) Pai- Nosso (2) Papo de catequista (13) Parábola do semeador (2) Páscoa (6) Pecado (2) Pentecostes (1) Planejamento (3) Planejamento de Encontros (24) Profetas (1) Quem é Jesus? (4) Quem eu sou? (1) Rádio Catequese (4) Rei Davi (1) Reunião de pais (1) Revisão (5) Roteiro de visitas às famílias dos catequizandos (1) Sacramento da Crisma (1) Sacramento da Reconciliação (1) Sacramentos (6) Sagrada Família (2) Santíssima Trindade (1) Semana Santa (3) Somos filhos de Deus (2) Teatro (2) Textos de Apoio (1) Unção dos Enfermos (1) Ver-julgar-agir (1) Vlog (1)

28 março, 2014

Roteiro de Estudo Texto-base CF 2014- Parte 1


Montei um roteiro de estudo, que pode ser feito individual ou em grupo, para o Texto Base Fraternidade e Tráfico Humano. Vamos estudar e refletir sobre o tema da CF deste ano?



1) O que é tráfico humano? 
2) Quais são as consequências do tráfico humano para suas vítimas?
3) Quais são as formas mais conhecidas de tráfico humano no Brasil?
4)De acordo com a ONU, quanto rende aproximadamente por ano o tráfico humano?
5)Qual a porcentagem de crianças e adolescentes vítimas de tráfico humano, segundo pesquisas da OIT?
6)Quais são as principais modalidades de tráfico humano no mundo?
7)Para o Ministério do Trabalho, quais são as denominações para exploração no trabalho?
8)Cite algumas condições de trabalho que são análogas ao trabalho escravo.
9)O que é o tráfico para extração de órgãos?
10)Cite os diversos tipos de tráfico de crianças e adolescentes.


1) O que é tráfico humano? 
Tráfico humano é um crime que atenta contra a dignidade da pessoa humana, já que explora o filho e a filha de Deus, limita suas liberdades, despreza sua honra, agride seu amor próprio, ameaça e subtrai sua vida, quer seja da mulher, da criança, do adolescente, do trabalhador ou da trabalhadora-de cidadãs e cidadãos que, fragilizados por sua condição socioeconômica e/ou por suas escolhas, tornam-se alvo fácil para as ações criminosas de traficantes.

2) Quais são as consequências do tráfico humano para suas vítimas?
O tráfico humano condiciona as pessoas à escravidão e fere a dignidade da pessoa humana, a qual perde todos os seus direitos inalienáveis: de estar livre de toda forma de exploração; de estar livre de tratamento desumano e cruel; de estar livre de todas as formas de violências e torturas físicas e psicológicas; de estar livre de discriminações baseadas em origem, raça, sexo, cor idade, a garantia da liberdade de ir e vir, de permanecer e ficar; a garantia de exercer sua personalidade, sua aptidão legal, para fazer valer seus direitos enquanto filho e filha de Deus.

3) Quais são as formas mais conhecidas de tráfico humano no Brasil?
No Brasil, as formas bem conhecidas do tráfico humano são a exploração, que atinge principalmente mulheres, mas também crianças e adolescentes, no mercado do sexo, e a exploração de trabalhadores escravizados em atividades produtivas.

4)De acordo com a ONU, quanto rende aproximadamente por ano o tráfico humano?
32 bilhões de dólares.

5)Qual é a porcentagem de crianças e adolescentes vítimas de tráfico humano, segundo pesquisas da OIT?
26% das vítimas de tráfico humano são crianças e adolescentes.

6)Quais são as principais modalidades de tráfico humano no mundo?
Tráfico para exploração no trabalho, exploração sexual, extração de órgãos.
Tráfico de crianças e adolescentes.

7)Para o Ministério do Trabalho, quais são as denominações para exploração no trabalho?
Trabalho forçado, trabalho escravo, exploração do trabalho, semiescravidão, trabalho degradante, entre outros.

8)Cite algumas condições de trabalho que são análogas ao trabalho escravo.
Péssimas condições de trabalho e de remuneração: alojamentos sem condições de habitação; falta de instalações sanitárias e de água potável; falta de fornecimento gratuito de equipamentos de proteção individual e de boas condições de saúde, higiene e segurança no trabalho; jornadas exaustivas; remuneração irregular; promoção do endividamento pela venda de mercadorias aos trabalhadores.

9)O que o tráfico para extração de órgãos?
É a coleta e a venda de órgãos de doadores involuntários ou doadores que são explorados ao venderem seus órgãos em circunstâncias eticamente questionáveis.

10)Cite os diversos tipos de tráfico de crianças e adolescentes.
Tráfico para adoção, exploração sexual e trabalho infantil.


15 março, 2014

Dinâmica na catequese: Salada de frutas e vida em comunidade




O tema do encontro de hoje foi Vida em Comunidade. Encontrei um texto maravilhoso sobre o tema, escolhi a leitura bíblica, mas estava faltando alguma coisa: a prática, a ação, levá-los a experimentar no encontro o que é viver em comunidade. (Claro que essa experiência não é nova para eles. Todos nós vivemos em diversas comunidades: a família, a escola, o time de futebol e a comunidade cristã.)

Então, dividimos grupos e passamos as tarefas: encher balões para enfeitar a sala, arrumar as cadeiras em círculos e preparar uma salada de frutas. Trabalhando em equipe, um ajudando o outro, conseguimos arrumar a sala e preparar o lanche. Tivemos aí, a primeira experiência de viver em comunidade no encontro de hoje. Depois, foi muito mais fácil ler o texto e partilhar. Partimos do concreto: trabalho em grupo, para chegar ao seguinte entendimento: Jesus quer que nós vivemos em comunidade, ajudando uns aos outros, partilhando os bens materiais, o alimento, as alegrias e tristezas, os problemas, como viviam a comunidade dos apóstolos.

Coloco aqui a explicação da dinâmica. Não deu tempo de fazer a segunda parte que era a brincadeira,mas será realizada no próximo encontro.

*
*
*

Salada de Frutas
Dinâmica do livro Jogos e brincadeiras para a catequese, do Rogério Bellini, editora Paulus.

Objetivo: Ambientar os participantes na abertura de um encontro, promovendo o aquecimento para atividades subsequentes. 
Toques criativos: Que tal preparar uma salada de frutas com a ajuda dos catequizandos? Distribua no grupo as frutas que deverão ser trazidas. 
Prepare o local, os recipientes, utensílios e descartáveis de que irá precisar.
Solicite a ajuda do grupo para lavar as frutas e cortá-las em pedaços.
Durante o preparo trabalhe temas como o valor do serviço comunitário, o indivíduo (sabor de cada fruta) versus o coletivo (todas as frutas juntas), partilha etc.


Desenvolvimento:

Solicitar aos catequizandos que façam um grande círculo com suas cadeiras. Quando todos estiverem sentados, o catequista posiciona-se no centro da roda, sem cadeira, e começa o jogo apontando alguém do grupo e dizendo-lhe qualquer das seguintes frutas:

"morango, morango", ou "laranja, laranja", ou "banana, banana", ou "salada de frutas".
Ao ouvir uma das frutas, a pessoa escolhida fará o seguinte:
Se ouvir "morango morango!", deverá responder dizendo seu próprio nome.
Se ouvir "laranja, laranja!", deverá responder dizendo o nome do colega que está à sua direita.
Se ouvir "banana, banana!", responderá como nome da pessoa que se encontra à sua esquerda.

Se ouvir salada de frutas!", todos os catequizandos se levantam e trocam de lugar. A pessoa que está no centro da roda tentará também ocupar uma cadeira. Aquele(a) que ficar sem cadeira reinicia o jogo.

Se alguém errar ao responder ou não se lembrar do nome que estão lhe perguntando, também passa a ocupar o centro.


Palavras chaves: Dinâmicas, catequese, catequese infantil, primeira eucaristia

14 março, 2014

O que levar para o encontro de catequese- Check List





Amanhã começa a catequese: segunda etapa e novas turmas! Estou super animada. Então hoje já comecei a separar os materiais.  Todo sábado eu vou de mudança para  a Igreja.

 Para não esquecermos de nenhum material, montei um check list!   Você me acompanha?

1- Caderno de Planejamento
Não precisa levar para a sala de catequese os livros que você utilizou para montar o encontro. O ideal é só levar o caderno com o planejamento para poder consultar e orientar o encontro por ele.

2. Chamada/Caderno de Frequência
 Você pode deixar a chamada separada numa pasta de plástico, junto com o cronograma e o cadastro dos catequizandos.

Não gosto de fazer chamada na catequese. É uma prática escolar que contribui para que o catequizando associe catequese com escola. Por isso, criei um caderno de frequência. No começo do encontro, passo o caderno para que eles assinem. Depois da catequese, é só marcar a frequência na chamada. (Posto fotos depois deste caderno. Fiz uma colagem na capa com recortes de revistas e jornais).

3. Bíblia
A Bíblia tem um lugar privilegiado no encontro. Ás vezes, planejamos um super encontro e esquecemos a Bíblia  em casa ou num canto da sala. Leve bíblias para emprestar aos catequizandos que não têm.

4. Lápis, caneta, apontador, borracha, lápis de cor, tesoura etc.


5. Crucifixo, Imagem de Nossa Senhora e pano para forrar a mesa (O altar de Nossa Senhora)
Orientamos que em todos os encontros o catequista monte um pequeno altar para colocar a Imagem de Nossa Senhora. Eu gosto de arrumar meu altar com crucifixo, as imagens e uma Bíblia. Se quiser usar velas, tenha bastante cuidado.

6.  Som/Notebook
A música é importante nos encontros, seja no momento de oração, louvor ou meditação. Não tenho som, então levo o notebook mais uma caixinha de som. 

7.  Material para dinâmica
Se for fazer alguma dinâmica, separe logo tudo o que vai precisar. 


Bom, agora eu preciso de duas bolsas para carregar tudo isso! rs


09 março, 2014

Vida em Comunidade- Planejamento



            1) Dinâmica Inicial:
     (Blog: http://catequeseinterativa.blogspot.com.br)

*Dinâmica das bexigas*
- Cada criança recebe uma bexiga e tem que jogar ela para cima, todos ao mesmo tempo, só que ao longo da brincadeira, algumas crianças serão tiradas, porém as bexigas dessas crianças continuam no jogo, então as outras pessoas terão de assumir a bexiga de quem foi tirado. E assim mostrar como as pessoas fazem falta a igreja.

 2) Leitura Bíblica: At 2:42-47
(Leitura Orante)


 3) Texto para o encontro
(Blog: http://catequesecatolicajc.blogspot.com.br)


Jesus ensinou a viver em comunidade
Uma das coisas importantes que Jesus ensinou foi a vida em comunidade. No tempo de Jesus havia pessoas muito ricas e outras pobres demais, o que originava uma grande desigualdade e uma vida muito difícil.
Jesus começou a ensinar que os problemas da sociedade, do povo, só seriam resolvidos se houvesse uma organização diferente, isto é, se fosse organizada uma comunidade.
Na vida em comunidade, um ajudaria o outro. Todos seriam iguais e com os mesmos direitos de viver, de comer, de ter saúde e trabalho digno. Haveria mais respeito e partilha de tudo, resolvendo assim muitos problemas.
A vida em comunidade leva as pessoas à união e ao serviço fraterno. E pensar nos outros e não só em si mesmo.
Na multiplicação dos pães, Jesus mostra que, organizando e repartindo, todos podem comer e que ainda irá sobrar.
É bem diferente do que temos ainda hoje: enquanto muitas pessoas têm muito, outras passam necessidade. Parece que as pessoas não acreditam no que Jesus ensinou. No tempo de Jesus também não acreditaram no que Ele falava, por isso houve violência, guerra e destruição.
Quando não vivemos em comunidade, acontece a violência e tantas coisas ruins que vemos.
Não podemos ficar esperando que os outros resolvam os nossos problemas. Temos de nos organizar em comunidade e nos educar para poder ajudar os outros.
O projeto de Deus é a construção de um mundo fraterno e solidário, um mundo de irmãos.
Aprendendo
— Jesus ensinou a viver em comunidade.
— É viver como irmãos.
— É organizar-se em uma vida de comunhão.
— E organizar-se em fraternidade para resolver os problemas.
— E viver como uma grande família.
— Não é certo pensar só na gente.
— Não é certo ter demais, enquanto outros passam fome.
— Viver em comunidade é o projeto de Deus para nós.
Atividade
— Faça uma lista dos problemas que as pessoas têm.
— Escreva: "Eu sou feliz na comunidade".
Oração
Jesus devo aprender a valorizar as pessoas e ajudá-las a resolver seus problemas. Devo sempre me unir aos outros. Dai-me um coração capaz de amar. Amém.