Categorias

Abraão (4) Acolhida (2) Advento (1) Aliança-Pacto de amizade (1) Ambientação (2) Amizade (1) Ano Liturgico (1) Ano Litúrgico (1) Apóstolos (3) Arte na catequese (10) Artesanato criativo (5) As maravilhas de Deus (1) Atividades (8) Avaliação na Catequese (2) Batismo (3) Bíblia (8) Brincadeiras (1) Caça ao Tesouro (2) Campanha da Fraternidade 2017 (2) Cantinho da Oração (1) Catavento (1) Catequese com adultos (8) Catequese com crianças (28) Catequese com os pais (2) Catequese de Crisma (6) Catequese de Perseverança (1) Catequese em ação (1) catequistas (1) Como preparar encontro de catequese (2) Confissão (1) Coordenação (1) Coroa do Advento (1) Correio de Maria (6) Crisma (1) Dia das Mães (5) Dia do Catequista (1) Dinâmicas (60) Dinâmicas de Oração (6) Dinâmicas de Revisão (1) Espírito Santo (4) Eucaristia (10) Evangelho (5) Família (2) Felicidade (2) Formações (32) Gincana (1) Histórias na Catequese (2) Igreja (1) Jesus chama seus colaboradores (1) Jesus convida os apóstolos (1) Jesus inicia sua missão (1) João Batista (2) Juízes (1) Leitura Orante (6) Lembrancinha da Páscoa (6) Lembrancinha para as mães (4) Lembrancinhas (5) Mandamentos (1) Maquete (1) Matrimônio (1) Meio Ambiente (1) Metodologia catequética (24) Moisés (1) Nascimento de Jesus (2) Natal (2) Nossa Senhora (4) O nascimento de Jesus (1) O Perfil do Catequista (10) O programa de Jesus (1) O tempo dos Reis (2) Oração (2) Pai- Nosso (2) Papo de catequista (13) Parábola do semeador (2) Páscoa (6) Pecado (2) Pentecostes (1) Planejamento (3) Planejamento de Encontros (24) Profetas (1) Quem é Jesus? (4) Quem eu sou? (1) Rádio Catequese (4) Rei Davi (1) Reunião de pais (1) Revisão (5) Roteiro de visitas às famílias dos catequizandos (1) Sacramento da Crisma (1) Sacramento da Reconciliação (1) Sacramentos (6) Sagrada Família (2) Santíssima Trindade (1) Semana Santa (3) Somos filhos de Deus (2) Teatro (2) Textos de Apoio (1) Unção dos Enfermos (1) Ver-julgar-agir (1) Vlog (1)

11 outubro, 2016

Aula de catecismo ou encontro de catequese?





Ouvi uma história assim ontem: "O frei foi visitar as turmas de catequese e fez a seguinte pergunta aos catequizandos: 'quantos livros a Bíblia tem?' Ninguém soube responder." Aqui na paróquia, já passamos por situações parecidas. Antigamente, o padre ia confessar as crianças da Primeira Eucaristia e  fazia perguntas sobre a catequese. Muitas crianças não conseguiam responder. E o padre nos chamava a atenção porque achava que os catequizandos não estavam preparados. 

Querer avaliar se a criança está preparada para receber o sacramento com perguntas sobre os temas dos encontros é reduzir a catequese a uma aula de catecismo. E também não vai ser com questões de V ou F ou perguntas sobre doutrinas que conseguiremos avaliar o processo catequético.  É mais fácil avaliar a catequese observando  quantos catequizandos voltaram para se engajar em alguma pastoral depois de receberem os sacramentos. Quantos se tornaram seguidores dos passos de Jesus? Quantos participam das missas dominicais?

E claro que queremos que os catequizandos saiam da catequese entendendo e vivenciando a fé cristã. Não é para desprezar a doutrina! Falamos dos fundamentos da fé católica e isto pressupõe falar em doutrinas. O que não pode acontecer é uma catequese exclusivamente doutrinária. Queremos uma catequese que leva o catequizando ao encontro com Jesus por meio dos sacramentos e da liturgia.  E outra coisa: não adianta decorar as orações sem entendê-las, não adianta saber os principais fatos do Antigo Testamento, nem saber todos os 7 sacramentos se não fizermos a experiência com Jesus. Conhecimento sem a vivência dos sacramentos é um conhecimento infrutífero, vazio.

Pense bem, se os catequizandos passam a infância e a adolescência na catequese e continuam sem saber responder questões básicas ou somem da Igreja depois do sacramento, algo está errado, não com o catequizando, mas com a metodologia usada na catequese. Precisamos usar uma metodologia adequada aos nossos objetivos e aos anseios da própria Igreja. Queremos que catequizandos se tornem cristãos comprometidos? Precisamos sair da catequese "escolar" e partimos para uma catequese celebrativa, litúrgica e mistagógica. O catequizando precisa conhecer Jesus para fazer sua adesão pessoal. E para este "sim" não há teste de conhecimento que dê conta. 

 O que é mais importante: o catequizando aprender quantos livros a Bíblia tem ou qual a importância de ler a Bíblia? É mais importante saber de cor os 10 mandamentos ou compreender o amor de Deus e sua infinita misericórdia?

Vamos refletir mais sobre o assunto? Vamos provocar essas reflexões no nosso grupo? Vamos sensibilizar nossos párocos para caminhar com a gente para um catequese de Iniciação à Vida Cristã?

O que é a catequese? É uma aula de catecismo? Um curso para receber os sacramentos? Como deve ser os encontros de catequese? Qual metodologia usar? Qual itinerário?  Para respondermos estas questões, precisamos definir primeiro os objetivos da catequese e onde queremos chegar.

Ah, a Bíblia tem 73 livros, 26...23...27 do novo testamento e ...46 do antigo.


(Precisei consultar para responder...)

Obrigada. Deus ama você.
Cris Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário