Categorias

Abraão (4) Acolhida (2) Advento (1) Aliança-Pacto de amizade (1) Ambientação (2) Amizade (1) Ano Liturgico (1) Ano Litúrgico (1) Apóstolos (3) Arte na catequese (10) Artesanato criativo (5) As maravilhas de Deus (1) Atividades (8) Avaliação na Catequese (2) Batismo (3) Bíblia (8) Brincadeiras (1) Caça ao Tesouro (2) Campanha da Fraternidade 2017 (2) Cantinho da Oração (1) Catavento (1) Catequese com adultos (8) Catequese com crianças (28) Catequese com os pais (2) Catequese de Crisma (6) Catequese de Perseverança (1) Catequese em ação (1) catequistas (1) Como preparar encontro de catequese (2) Confissão (1) Coordenação (1) Coroa do Advento (1) Correio de Maria (6) Crisma (1) Dia das Mães (5) Dia do Catequista (1) Dinâmicas (60) Dinâmicas de Oração (6) Dinâmicas de Revisão (1) Espírito Santo (4) Eucaristia (10) Evangelho (5) Família (2) Felicidade (2) Formações (32) Gincana (1) Histórias na Catequese (2) Igreja (1) Jesus chama seus colaboradores (1) Jesus convida os apóstolos (1) Jesus inicia sua missão (1) João Batista (2) Juízes (1) Leitura Orante (6) Lembrancinha da Páscoa (6) Lembrancinha para as mães (4) Lembrancinhas (5) Mandamentos (1) Maquete (1) Matrimônio (1) Meio Ambiente (1) Metodologia catequética (24) Moisés (1) Nascimento de Jesus (2) Natal (2) Nossa Senhora (4) O nascimento de Jesus (1) O Perfil do Catequista (10) O programa de Jesus (1) O tempo dos Reis (2) Oração (2) Pai- Nosso (2) Papo de catequista (13) Parábola do semeador (2) Páscoa (6) Pecado (2) Pentecostes (1) Planejamento (3) Planejamento de Encontros (24) Profetas (1) Quem é Jesus? (4) Quem eu sou? (1) Rádio Catequese (4) Rei Davi (1) Reunião de pais (1) Revisão (5) Roteiro de visitas às famílias dos catequizandos (1) Sacramento da Crisma (1) Sacramento da Reconciliação (1) Sacramentos (6) Sagrada Família (2) Santíssima Trindade (1) Semana Santa (3) Somos filhos de Deus (2) Teatro (2) Textos de Apoio (1) Unção dos Enfermos (1) Ver-julgar-agir (1) Vlog (1)

23 novembro, 2016

Rascunho de uma catequese com os pais



Quantas vezes nós, catequistas, chamamos os pais de nossos catequizandos para conversar e explicar para eles o que é a catequese, pra que serve, quais são os objetivos e qual a devida parte deles neste processo?

Os pais muitas vezes nem são evangelizados, não fizeram catequese, eles mesmos não concluíram a iniciação à vida crista. São batizados mas não crismados. Eles ainda podem ter feito uma catequese que não os despertou para o discipulado. Levam os filhos para a catequese por uma tradição, mas falta a eles comprometimento com a vida cristã, vivência dos sacramentos.

Esses dias, na reunião com as etapas, uma catequista falou que ao perguntar para os pais o que era catequese, uma mãe respondeu: "A catequese é a escola de Deus." Nós rimos. Achamos engraçado. Mas de onde ela tirou esta resposta? Será que não foi observando a catequese? Você não concorda  que  ainda hoje existem resquícios desta catequese escolar, puramente doutrinária, rígida?

O que proponho é que nos aproximamos dos pais, que conquistamos a família do catequizando. Que façamos encontros familiares, que a catequese envolva toda a família. Geralmente chamamos os pais para uma reunião de pais e depois achamos um absurdo eles associarem catequese com escola. Escola é que faz reunião de pais. 

Que tal os convidarmos para um encontro de catequese com as famílias?

Já tivemos a experiência de fazer esses encontros e foi muito bom. Mas hoje estamos conscientes que não damos conta de fazer isso sozinhos, precisamos de ajuda. Podemos conhecer as realidades dessas famílias e encaminhar para a pastoral familiar.   Você acha muita responsabilidade para assumirmos? Além de cuidar dos catequizandos, vamos cuidar da família toda!!! E ao cuidar da família, estaremos cuidando do catequizando. Concorda?

A ideia não é catequizar os pais, mas envolvê-los mais na Igreja. Chamá-los para caminhar juntos com o filho na catequese e caminhar com a gente.

E como poderia ser esses encontros e essa aproximação com os pais?

Podemos definir quatro encontros com os pais durante o ano. Iríamos planejar um tema, uma leitura bíblica. E, ao final, trataríamos dos assuntos mais "técnicos" da catequese: as datas das celebrações, compromissos, camisetas, avisos em geral. Então, podemos esquematizar nossos encontros assim:

1. Leitura Orante da Bíblia- Escolher um Evangelho e fazer os passos da leitura orante. Deixar que os pais participem, falem, se expressem, partilhem suas vidas e suas histórias.

2. Dinâmicas para promover a integração entre os pais, descontrair, fazer com que eles se sintam parte da Igreja. Mas cuidado com dinâmicas! Escolha uma que tenha a ver com o Evangelho e com o tema do encontro.

3. Momentos de oração e espiritualidade
Muitos pais estão tão distantes da Igreja que não rezam. Vamos rezar com eles e ensiná-los a rezar com os filhos.

4. Envolver os pais nos projetos e atividades da catequese. Quando for organizar um encontro convidar os pais para ajudar. Mas para que este convite seja bem aceito, é preciso conhecermos os pais, ganharmos a confiança deles e o apoio.

5. Numa reunião de planejamento que tivemos, uma catequista sugeriu que tivessem atividades para serem feitas envolvendo os pais e os filhos: a mãe e o filho fizessem juntos alguma lembrancinha, por exemplo. A intenção é promover encontros dos pais e filhos dentro da Igreja.

6. Avisos/orientações/explicações sobre o funcionamento da catequese será no final do encontro.


Vamos tentar?

Cris Menezes
Catequista
Brasília-DF

Nenhum comentário:

Postar um comentário